Eventos   Notícias   Calendário   Clubes   Jogadores   Partidas   Ligações   Sobre nós   en castellano in English
2018-06-23, 20:34
Notícias
Cultivou-se o xadrez no Museu Agrícola05-Fev-2013
O Museu Agrícola da Atalaia (Montijo) foi palco, no passado Domingo 03 de Fevereiro do seu I Torneio de Xadrez, evento organizado pela Secção de Xadrez do Grupo Desportivo dos Ferroviários do Barreiro e que contou com o apoio para lá da Direcção do próprio museu, da Camara Municipal e do Clube de Xadrez do Barreiro. A prova contou com a participação de 30 jogadores oriundos de 8 clubes do Barreiro, Lisboa, Montijo e também de vários elementos não filiados.

Numa quinta muito bem cuidada situado no centro da Atalaia e cujos edifícios foram alvo de um rigoroso restauro, ergue-se o Museu Agrícola da Atalaia, espaço que procura dar a conhecer o passado rural do concelho, nomeadamente da freguesia da Atalaia, expondo equipamentos e recriando espaços usados regularmente na produção e fabrico do azeite e do vinho. Na visita guiada que decorreu sensivelmente a meio da prova, ficamos a conhecer melhor o funcionamento dos vários equipamentos expostos, nomeadamente do lagar do vinho, do lagar de azeite, (ambos musealizados in sitiu), e da destilaria. Do espaço fazem parte ainda uma adega, reservas técnicas, um pomar de citrinos, uma horta, dois poços equipados com engenhos de bombagem de água conhecidos por moinhos de vento e uma sala onde se encontram expostos os mais variados utensílios destinados aos trabalhos agrícolas, e que vão desde simples enxadas a charruas e veículos de tracção animal.
E foi precisamente nesta ampla sala que se desenrolou a prova jogada em 7 rondas de 15 minutos e que contou com a participação de 30 jogadores.
A inequívoca diferença de potencial entre os jogadores cedo separou um grupo de 10 possíveis vencedores, sendo que a vitória acabou por pertencer ao Sénior do Clube EPD Cristiano Amaro que cedeu apenas dois empates com os terceiro e quarto classificados Humberto Candeias (5,5 pontos) e Hugo Ferreira (5 pontos) ambos dos Ferroviários do Barreiro.
Cristiano Amaro terminou assim com 6,0 pontos em 7 possíveis, os mesmos que o seu colega de equipa Vitor Morais que foi arredado para a segunda posição face à derrota sofrida no confronto directo.

O GDFB agradece as facilidades concedidas pela direcção do museu, assim como os livros fornecidos que juntamente com alguns brindes publicitários, presentearam todos os participantes.

CLASSIF|1329|10|

Agradecemos a Carlos Ferreira o envio desta notícia.O Museu Agrícola da Atalaia (Montijo) foi palco, no passado Domingo 03 de Fevereiro do seu I Torneio de Xadrez, evento organizado pela Secção de Xadrez do Grupo Desportivo dos Ferroviários do Barreiro e que contou com o apoio para lá da Direcção do próprio museu, da Camara Municipal e do Clube de Xadrez do Barreiro. A prova contou com a participação de 30 jogadores oriundos de 8 clubes do Barreiro, Lisboa, Montijo e também de vários elementos não filiados.

Numa quinta muito bem cuidada situado no centro da Atalaia e cujos edifícios foram alvo de um rigoroso restauro, ergue-se o Museu Agrícola da Atalaia, espaço que procura dar a conhecer o passado rural do concelho, nomeadamente da freguesia da Atalaia, expondo equipamentos e recriando espaços usados regularmente na produção e fabrico do azeite e do vinho. Na visita guiada que decorreu sensivelmente a meio da prova, ficamos a conhecer melhor o funcionamento dos vários equipamentos expostos, nomeadamente do lagar do vinho, do lagar de azeite, (ambos musealizados in sitiu), e da destilaria. Do espaço fazem parte ainda uma adega, reservas técnicas, um pomar de citrinos, uma horta, dois poços equipados com engenhos de bombagem de água conhecidos por moinhos de vento e uma sala onde se encontram expostos os mais variados utensílios destinados aos trabalhos agrícolas, e que vão desde simples enxadas a charruas e veículos de tracção animal.
E foi precisamente nesta ampla sala que se desenrolou a prova jogada em 7 rondas de 15 minutos e que contou com a participação de 30 jogadores.
A inequívoca diferença de potencial entre os jogadores cedo separou um grupo de 10 possíveis vencedores, sendo que a vitória acabou por pertencer ao Sénior do Clube EPD Cristiano Amaro que cedeu apenas dois empates com os terceiro e quarto classificados Humberto Candeias (5,5 pontos) e Hugo Ferreira (5 pontos) ambos dos Ferroviários do Barreiro.
Cristiano Amaro terminou assim com 6,0 pontos em 7 possíveis, os mesmos que o seu colega de equipa Vitor Morais que foi arredado para a segunda posição face à derrota sofrida no confronto directo.

O GDFB agradece as facilidades concedidas pela direcção do museu, assim como os livros fornecidos que juntamente com alguns brindes publicitários, presentearam todos os participantes.

CLASSIF|1329|10|

Agradecemos a Carlos Ferreira o envio desta notícia.

por xadrez64.com


Procurar notícias:        
1 
 Resultados
CD Porto Rap   
   Miguel Sismeiro
   Simão Pintor
   Ruben Freitas
XEQUE-MATEMática   
   Emanuel Pires
   Paulo Cruz
   Tiago Silva

 Bloco-notas

Calculadora de ELO
Criar diagramas

Nacional
mais eventos...
Internacional


Top 10 nacional
 1. Jorge Ferreira - 2522
 2. Luís Galego - 2471
 3. Rui Dâmaso - 2440
 4. Rúben Pereira - 2420
 5. António Fernandes - 2411
 6. David Martins - 2397
 7. Sérgio Rocha - 2373
 8. André Ventura Sousa - 2373
 9. Luís Neves da Silva - 2355
 10. Paulo Dias - 2328
top feminino / jovem / veteranos

Problemas do dia

Selo da semana
clique em mim para me ver em ponto grande
selos anteriores...